quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Já te escrevi; te falo agora?? Falo sobre o que escrevi? Vou falar só pra garantir, senão fica mais ou menos dito e é importante sobre isso falarmos. É assunto sério, deve ser conversado. As coisas se acabaram por carta e isso não foi do meu agrado. Não sei se vale, o nosso amor não era escrito. E só falar também é pouco pra representar o amor vivido. Em signo do signo eu não confio, é melhor nos encontrarmos. Sentar, beber um café... Quero um discurso bem beijado.

2 comentários:

Méri disse...

é, quanto mais escritos mais entrelinhas, mais mal-entendidos...
mais poesia, também
mas nada supera beijos e cevas!

saudade imensa

alice disse...

qualquer desculpa pra esclarecer esse mal-entendido que, se bem-sucedido, não esclarece pra poder dar trela pra outra desculpa e suceder o entorpecido.