quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Alan Pauls - escritor argentino - pergunta:
O que as mulheres fariam se não mais existissem os homens?

Alan Pauls responde:
Fariam o que sempre fizeram: os inventariam.


(...)

8 comentários:

Anônimo disse...

Juana Gutierréz - escritora boliviana - pergunta:
O que os homens fariam se não mais existissem as mulheres?
Juana Gutierréz responde:
Fariam o que sempre fizeram: as inventariam.
(...)
Juanita G.

Anônimo disse...

juanita, juanita
és mesmo um espírito do feminino?
em caso afirmativo, acreditas mesmo que os homens inventam as mulheres com a mesma desenvoltura? acho que as mulheres se enganam mais e o pior, escolhem assim, não é nem o caso de vitimização aqui. mas enfim... eu vou seguir pensando.
donnassolo

Anônimo disse...

si, camilita, yo lo creo. los hombres idealizam mucho mas las mujeres, y despues la queda y el dolor es mucho mas grande y peor. las mujeres son mas realistas y mucho mas fuertes para superar sus decepciones masculinas.
besitos
juanita

Anônimo disse...

nenhum conseguiria inventar o outro tal como é, seria mais uma abordagem à ilusão do que pensariam que poderia ser.
assim, o produto final seria mais o reflexo deste lado do que propriamente o outro [lado].
sei que um dia, há uns anos, a minha irmã chegou a casa furiosa (discutiu muito com uma amiga) e me disse assim: "se o mundo fosse só mulheres, garanto-te uma guerra nuclear por semana!" e foi para o quarto...bem, gosto da forma como nos (des)equilibramos.
há também uma piada já velha que responde à pergunta: "domesticariam outro animal"...!
bom fim de semana rumbando!

Anônimo disse...

é. pode ser, juan.

donnassolo

Carol disse...

hum, para esclarecer isso tudo, recomendo esse videozinho:
http://www.youtube.com/watch?v=xxtUH_bHBxs&feature=channel_page
esse sim, inspirado por dona carina.

Anônimo disse...

O blog tá beeem legal, mas a citação de abertura, hmmm, sei não, na real qualé, hein?!?!? rererere Beijos. E continue escrevendo que de vez em quando vou passar por aqui.
Le

Donnassolo Beschi disse...

ah, le, não se reprima...